19.6.06

HERMANOS

Quando eu li o livro 'Mondo Macabro', de Pete Tombs, pensei que seria fácil encontrar os filmes argentinos ali descritos. Santa decepção, Batman!!! Somente hoje, meia década depois, consegui o primeiro deles, mesmo assim (mal) dublado em inglês. Mas a espera valeu, pois 'La Venganza del Sexo', lançado na Gringolândia como 'The Curious Dr. Humpp', é SENSACIONAL.

Resumindo uma história muito confusa, trata-se da investigação de uma série de desaparecimentos de jovens hippies, que está sendo feita por um cientista louco que está criando um exército de zumbis (!!!) sob o comando do cérebro de um carrasco nazista refugiado por lá (!!?!!).

O que fica muito bacana é a maneira que a história é contada. O primeiro diálogo é pronunciado a exatos 16 minutos. Até lá há uma bela duma infinidade de cenas de sexo, incluindo uma longa cena lésbica com uma hermana não depilada (frase dita por Cristian Verardi: olha a Floresta Amazônica ali!!). Fica difícil descobrir o quanto destas cenas são da versão original e quantas foram inseridas pelo distribuidor gringo (afinal a versão original é descrita como trendo 73 minutos, e a disponível aqui tem 92), mas fica clara a habilidade de Vieyra (descrito pelo IMDB como sendo ainda vivo, aos 83 anos, com um crédito de 2005). Eu estou procurando ainda os outros filmes de Vieyra, assim como PELO MENOS 'Obras Maestras del Horror'. Se alguém souver aonde eu posso achar fico grato...


VIGILANTE

Esse foi o 'Raros' desta sexta... o filme que é o último dos moicanos. Um dos últimos thrillers policiais com trilha rocker sem influência da MTV, um dos últimos filmes não pornográficos lançados em vários cinemas nos EUA com censura 'Unrated', um dos últimos grandes filmes feitos para as 'grindhouses' (cinemas de bairro especializados em filmes de ação) sem levar em conta o mercado de vídeo. O que torna essa produção ainda mais rara é que não é uma imitação de 'Desejo de Matar', e sim um tributo aos thrillers policiais italianos dos anos 70. Isso fica claro pela trilha (soando como se tivesse sido feita por Riz Ortolani), pela maneira como os gangsters se movem (uma execução de um policial lembra muito uma ação da Cosa Nostra, não de uma gangue novaiorquina) e até as atuações (Robert Foster lembra muito os personagens vividos por Franco Nero ou Maurizio Merli nas produções de Enzo Castellari e Sergio Sollima).
Na primeira vez que eu vi (ainda em Livramento, quando saiu em vídeo em algum momento dos anos 80) achei que o clima estava mais para um western que para um filme policial... impressão que acabou confirmada pela aparição surpresa de Woody Strode, que tantas vezes trabalhou com John Wayne. Só mesmo num western os bandidos são tão bandidos quanto aqui, e os 'heróis' podem agir como se fossem os xerifes da cidade, levando a lei na marra. Aliás, um pequeno adendo: em qual BOM thriller policial a gente ficou com pena dos bandidos, vendo-os como vítimas das mazelas da sociedade? 'Crash' e 'Traffic' não se encaixam nessa deascrição, né? Essa explicação pode funcionar na sociologia, filosoficamente, mas não num thriller de ação, cujo momento culminante (assim como num western 'clássico') deve ser quando o bandido tem seu corpo perfurado pelas balas do herói. Uma das coisas que o filme funciona tão bem é essa falta de vergonha, essa 'coragem' (nesses tempos politicamente corretos) de assumir uma atitude próxima da canalhice para fazer seu filme funcionar.

É legal notar também várias atitudes típicas do 'cinema de guerrilha'. Como a cidade de Nova York se recusou a deixar William Lustig rodar sua produção em suas ruas, ele rodou muitas cenas nas cidades vizinhas e algumas cenas na base do 'pega a câmera e sai filmando', o que deixa tudo num clima urgente. Muito bacana. Um filme a ser (re) descoberto.

PS: Nessa sexta, 'O Túmulo Vazio ' (Body Snatcher), de Robert Wise, com as sempre adoráveis presenças de Boris Karloff e Bela Lugosi, por sinal em sua última parceria. Antes da exibição eu posto algum comentário...

PS2: Esse magnífico Blogger não está me deixando carregar figuras. Alguém sabe o que devo fazer?

Comments:
Thomazzo, eu também tenho este livro do Pete Tombs e sofri a mesma desilusão que você. Todos os filmes ali contidos são praticamente impossíveis de encontrar... Eu sonhava com aqueles filmes indonésios e turcos, é tanta coisa que existe para ver e a gente não faz nem idéia!!! Quanto ao VIGILANTE, olha só que coincidência, assisti o DVD da Anchor Bay neste final de semana, mas não gostei tanto assim. Achei que o herói de Robert Foster está perdido na história, que poucos bandidos morrem e que o personagem de Woody Strode é muito mal-desenvolvido. Ainda prefiro o sensacionalista O EXTERMINADOR, de James Glickenhaus, e FIGHTING BACK, do Lewis Teague, onde o Tom Skerritt cria um grupo de vigilantes para policiar seu bairro (um classicão das madrugadas no Corujão).
 
Thomaz, esse último "Raros" foi de chorar sangue! Deu pra ver que a BRILHANTE atuação do Forster em "Jackie Brown" não foi por acaso - ele tá muito bem em VIGILANTE. Continuem mandando bala na programação!
Abraço!
 
Oi THOMAZ que bom um Post novo. Normalmente o pessoal tem como colocar figuras, que estramho? Existe uma loja em Buenos Aires chamada Mondo Macabro bem na região central e tem outra cujo nome se não me engano é Splatterhouse ou algo assim no Bairro de Palermo entre outras. Nesses lugares é possível se achar os tais filmes argentinos. Imagino o Cristian fazendo o comentário sobre a nossa floresta tropical... Vc vem para SP em julho? Até mais Thomaz e Boa Sorte.
 
O filme do Lustig não realiza todo seu potencial mas é um bom retrato dos últimos dias do exploitation, junto do "Fighting Back" e do "Vice Squad".
 
Alguns filmes argentinos como 'The Curious Dr. Humpp' foram lançados pelo selo americano Something Weird, assim como alguns títulos da 'Coca' Sarli, como 'Fuego'. Como bem disse o Carrard, existe uma loja em Buenos Aires, próximo do Hipódromo, chamado Splatterhouse; na verdade uma locadora, mas tem um bocado de filmes, inclusive o dono também é produtor de filmes grade Z (Frankenstein LSD e Gore Visions)
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?