30.3.06

Numa semana que não tive tempo de ir ao cinema ou à locadora, algumas notas para não deixar o blog parado...

Amanhã o 'Raros' vai nos dar a rara oportunidade de ver Buster Keaton em tela grande... vai passar 'Marinheiro por descuido', conhecido originalmente como Steamboat Bill Jr, um dos melhores filmes deste mestre da comédia muda... completando o programa duplo, 'Film', de Samuel Beckett. Meu segundo filme de Keaton no cinema (o primeiro foi 'O Homem das Novidades'), que emoção...

Uma semana com gente talentosa embarcando para o andar de cima... Dan Curtis, o homem que leu um conto que ninguém quis publicar de Jeff Rice e transformou seu personagem principal, Karl Kolchak, num dos mais notáveis do gênero, e ainda criou uma das melhores adaptações de 'Dracula' para a tela grande, com Jack Palance (saiu em DVD pela London, comprei o meu por R$ 10,00, vão atrás que vocês acham!!!), juntou-se ao próprio Kolchak (Darren McGavin), que acabou de fazer sua travessia também... Eloy de la Iglesia, cinesta cult espanhol, responsável pelo notável 'Cannibal Man' (cujo título espanhol original, 'La Semana del Asesino', faz mais justiça ao filme) e o sensacional 'Clockwork Terror' (em espanhol, 'Una gota de sangre para morir amando'), variação/sátira de 'Laranja Mecânica com a lindíssima Sue Lyon (a Lolita de Kubrick) abrilhantando a tela, passou para o outro lado na mesa de operação, aos 62 anos... e um de meus heróis, Stanislaw Lem, autor de um dos mais impressionantes livros de ficção científica já feitos, 'Solaris', filmado duas vezes (uma brilhantemente, a outra desnecessariamente, adivinhem qual é qual entre a versão de Tarkovski e a de Sondenbergh...)... que posso dizer? Descansem em paz, vocês me deram horas agradabilíssimas, tornaram minha vida melhor.

Que essa nostalgia anime as editoras a fazer uma tradução decente de 'Solaris' em português... tudo que existe são traduções da versão em francês, ninguém traduziu o livro direto do polonês (lingua que o livro foi escrito)... tive que lê-lo em espanhol (uma edição argentina) para descobrir que não era o livro que era travado, cheio de palavras complicadas e frases inintelegíveis, era a tradução que tornava o livro assim.

Que coisa linda é o DVD de 'A Mosca'... duplo, com comentário e simpáticas 3 horas de documentários. Um dos filmes da minha adolescência, em uma edição que dificilmente será melhorada. Ainda por cima saiu nacional, pude comprar a R$ 35,00, tem legenda em todos os extras... coisa boa.

Bom, isso é tudo, para uma semana que só trabalhei. Reclamar que se está trabalhando demais sempre é melhor que reclamar que se está parado, mas que cansa, isso cansa... o bom é que amanhã é sexta-feira, último dia de trabalho da semana... sono, filmes, livros, descanso (e o time com risco de fazer fiasco contra o maior rival, só prá incomodar). Coisa boa. Nos vemos.

Comments:
THOMAZ esse DVD de A MOSCA eu não sabia que tinha saído. E o preço é bem razoável para uma edição tão cheia de extras. Tem muita coisa que estou a fim de comprar mas está difícil. Hoje consegui comprar o DVD da Dark Side com o Horror Express, amanhã devo comentar. Rever o filme foi uma emoção muito grande e a opção do áudio em espanhol é muito divertida...
 
Thomaz, seja bem-vindo à Liga dos Blogues Cinematográficos.
 
THOMAZ parabéns pela sua inclusão na tal Liga dos Blogs. Eu fui rejeitado, obviamente, aliás óbvios e provincianos muitos deles são mesmo. Espero que vc e o Caraça ajudem o nosso Padrinho Milton do Prado a elevar o nivel daquela instituição. Pois é amigo a vida é assim. Até mais e Boa Sorte.
 
Essa sua propaganda do DVD de A MOSCA me deixou com água na boca.
 
Isso porque acabei de comprar a edição pelada d´A Mosca... merda.

Mas 35 foi realmente barato! Achou aonde?
 
A Mosca tá sendo vendido em tudo quando é loja... Eu comprei na Americanas. E é uma bela edição, realmente...
 
ZP, eu comprei o DVD no supermercado aqui na frente de casa (aonde eu estou sempre olhando as ofertas, aparecem coisas bacanas por lá sempre). Carrard, não esquenta, até agora eu não entendi como de dois blogs gêmeos (o meu e o seu) um foi aceito e outro não... afinal, falamos mais ou menos dos mesmos temas, variando um pouco a abordagem... não esquenta, bicho... no mais, fique com a melhor (e mais engraçada) definição sobre clubes, que é a de Groucho Marx, 'recuso-me a participar de clubes que me aceitem como sócio'.
 
Grande citação THOMAZ, sem mais comentários...
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?